31 outubro, 2010


Pegue todos os “nãos” que a vida te faz engolir. E transforme em canção pra te ajudar a seguir. A grandeza não está em tocar sempre a melhor música, mas em aprender a dançar corretamente todas as melodias!



Fernanda Gaona


Mas era nos olhos, só nos olhos, que se fixava aquele mudo apelo...


Eu só tenho esperas.



Caio Fernando Abreu


Vim gastando meus sapatos
Me livrando de alguns pesos
Perdoando meus enganos
Desfazendo minhas malas



Ana Carolina


Você lê e sofre.
Você lê e ri.
Você lê e engasga.
Você lê e tem arrepíos.
Você lê, e a sua vida vai-se misturando no que está sendo lido.



Caio Fernando Abreu

DEFINIÇÃO DE SAUDADE



Como médico cancerologista, já calejado com longos 29 anos de atuação profissional (...) posso afirmar que cresci e modifiquei-me com os dramas vivenciados pelos meus pacientes. Não conhecemos nossa verdadeira dimensão até que, pegos pela adversidade, descobrimos que somos capazes de ir muito mais além.
Recordo-me com emoção do Hospital do Câncer de Pernambuco, onde dei meus primeiros passos como profissional.... Comecei a freqüentar a enfermaria infantil e apaixonei-me pela oncopediatria. Vivenciei os dramas dos meus pacientes, crianças vítimas inocentes do câncer. Com o nascimento da minha primeira filha, comecei a me acovardar ao ver o sofrimento das crianças.
Até o dia em que um anjo passou por mim! Meu anjo veio na forma de uma criança já com 11 anos, calejada por dois longos anos de tratamentos diversos, manipulações, injeções e todos os desconfortos trazidos pelos programas de químicos e radioterapias. Mas nunca vi o pequeno anjo fraquejar. Vi-a chorar muitas vezes; também vi medo em seus olhinhos; porém, isso é humano!
Um dia, cheguei ao hospital cedinho e encontrei meu anjo sozinho no quarto. Perguntei pela mãe. A resposta que recebi, ainda hoje, não consigo contar sem vivenciar profunda emoção.
— Tio, — disse-me ela — às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondido nos corredores.. . Quando eu morrer, acho que ela vai ficar com muita saudade. Mas, eu não tenho medo de morrer, tio. Eu não nasci para esta vida!
Indaguei: — E o que morte representa para você, minha querida?
— Olha tio, quando a gente é pequena, às vezes, vamos dormir na cama do nosso pai e, no outro dia, acordamos em nossa própria cama, não é? (Lembrei das minhas filhas, na época crianças de 6 e 2 anos, com elas, eu procedia exatamente assim.)
— É isso mesmo.
— Um dia eu vou dormir e o meu Pai vem me buscar. Vou acordar na casa Dele, na minha vida verdadeira!
Fiquei "entupigaitado" , não sabia o que dizer. Chocado com a maturidade com que o sofrimento acelerou, a visão e a espiritualidade daquela criança.
— E minha mãe vai ficar com saudades — emendou ela.
Emocionado, contendo uma lágrima e um soluço, perguntei:
— E o que saudade significa para você, minha querida?
Saudade é o amor que fica!

Hoje, aos 53 anos de idade, desafio qualquer um a dar uma definição melhor, mais direta e simples para a palavra saudade: é o amor que fica! Meu anjinho já se foi, há longos anos. Mas, deixou-me uma grande lição que ajudou a melhorar a minha vida, a tentar ser mais humano e carinhoso com meus doentes, a repensar meus valores. Quando a noite chega, se o céu está limpo e vejo uma estrela, chamo pelo "meu anjo", que brilha e resplandece no céu. Imagino ser ela uma fulgurante estrela em sua nova e eterna casa. Obrigado anjinho, pela vida bonita que teve, pelas lições que me ensinaste, pela ajuda que me deste. Que bom que existe saudade! O amor que ficou é eterno.
ATITUDE É TUDO!!! Seja mais humano e agradável com as pessoas. Cada uma das pessoas com quem você convive está travando algum tipo de batalha.

- Viva com simplicidade.
- Ame generosamente.
- Cuide-se intensamente.
- Fale com gentileza......


Artigo do Dr. Rogério Brandão, Médico oncologista


Enviado pelo meu amigo Washington Corrente por email

30 outubro, 2010


Normais levantam, reclamam, vestem, irritam-se, xingam e cumprimentam sempre da mesma forma. Dão as mesmas respostas para os mesmos problemas. Tem o mesmo humor no serviço e em casa. Petrificam sorrisos no rosto, dão presentes sempre nas mesmas datas. Enfim, tem uma vida estafante e previsível. Fonte para vazios e enfados. Normais não surpreendem, não encantam. Deus, livra-me dos normais.



Augusto Cury

28 outubro, 2010

Uma prova de amor! (Um lindo clip)(FaSite.com.br)


Minha amiga Elaine descobriu esse vídeo e mandou eu ver,
chorei baldes...lindo! Preparem os lenços!!!

As coisas tão mais lindas




Entre as coisas mais lindas que eu conheci
Só reconheci suas cores belas quando eu te vi
Entre as coisas bem-vindas que já recebi
Eu reconheci minhas cores nela então eu me vi

Está em cima com o céu e o luar
Hora dos dias, semanas, meses, anos, décadas
E séculos, milênios que vão passar
Água-marinha põe estrelas no mar
Praias, baías, braços, cabos, mares, golfos
E penínsulas e oceanos que não vão secar

E as coisas lindas são mais lindas
Quando você está
Onde você está
Hoje você está
Nas coisas tão mais lindas
Porque você está
Onde você está
Hoje você está
Nas coisas tão mais lindas

Nando Reis

Contato Imediato Arnaldo Antunes


Se o pensamento duvidar
Todos os meus poros vão dizer
Estou pronto para embarcar
Sem me preocupar e sem temer


Arnaldo Antunes

“Eu li em algum lugar que quando o discípulo está pronto o mestre aparece.
Talvez seja isso, né Zé?!
Talvez eu ainda não esteja pronto.”


Caio Fernando Abreu.


“Penso às vezes que quando estiver pronto,
um dia qualquer, um dia igual hoje,
vou encontrar você claro e calmo sentado no Bar,
à minha espera.”


Caio Fernando Abreu.


Vivemos tempos de loucos amores

Só é feliz quem sabe o quer

Me encontra...

ou deixa eu te encontrar



Charlie Brown Jr.

"...e o essencial eram as coisas que coloriram a minha vida."



Caio Fernando Abreu


Nenhuma mulher deve esquecer que ela não precisa de ninguém

que não precise dela.


Marilyn Monroe

27 outubro, 2010


O amor nunca é uma dependência, é uma abundância,

e parece que nós continuamos a viver o amor por carência.

Metemos no amor tudo o que não sabemos onde meter.

Inês Pedrosa



Respirou fundo. Morangos, mangas maduras, monóxido de carbono, pólen, jasmins nas varandas dos subúrbios. O vento jogou seus cabelos ruivos sobre a cara. Sacudiu a cabeça para afastá-los e saiu andando lenta em busca de uma rua sem carros, de uma rua com árvores, uma rua em silêncio onde pudesse caminhar devagar e sozinha até em casa. Sem pensar em nada, sem nenhuma amargura, nenhuma vaga saudade, rejeição, rancor ou melancolia. Nada por dentro e por fora além daquele quase-novembro, daquele sábado, daquele vento, daquele céu azul – daquela não-dor, afinal.


Caio Fernando Abreu
Em Estranhos Estrangeiros

26 outubro, 2010


".. Deus vigiando para que tudo corra bem. Para sempre.

E, como se sabe, sempre não acaba nunca."



Clarice Lispector

De que são feitos os dias?


De pequenos desejos, vagarosas saudades, silenciosas lembranças


Cecília Meireles

♫ Nem toda palavra é Aquilo que o dicionário diz
Nem todo pedaço de pedra Se parece com tijolo ou com pedra de giz
Avião parece passarinho Que não sabe bater asa
Passarinho voando longe Parece borboleta que fugiu de casa
Borboleta parece flor Que o vento tirou pra dançar
Flor parece a gente Pois somos semente do que ainda virá
A gente parece formiga Lá de cima do avião
O céu parece um chão de areia
Parece descanso pra minha oração
A nuvem parece fumaça
Tem gente que acha que ela é algodão
Algodão as vezes é doce
Mas as vezes é doce não
Sonho parece verdade Quando a gente esquece de acordar
E o dia parece metade Quando a gente acorda e esquece de levantar
Ah e o mundo é perfeito
Hum e o mundo é perfeito
E o mundo é perfeito
Eu não pareco meu pai Nem pareco com meu irmão
Sei que toda mãe é santa
Mas a incerteza traz inspiração
Tem beijo que parece mordida
Tem mordida que parece carinho
Tem carinho que parece briga
Tem briga que aparece pra trazer sorriso
Tem sorriso que parece choro
Tem choro que é por alegria
Tem dia que parece noite
E a tristeza parece poesia
Tem motivo pra viver de novo
Tem o novo que quer ter motivo
Tem a sede que morre no seio
Nota que firmata quando desafino
Descobrir o verdadeiro sentido das coisas
É querer saber demais
Querer saber demais
Sonho parece verdade
Quando a gente esquece de acordar
E o dia parece metade Quando a gente acorda e esquece de levantar
Mas o sonho Sonho parece verdade Quando a gente esquece de acordar
E o dia parece metade Quando a gente acorda e esquece de levantar
Ah e o mundo é perfeito
Mas o mundo é perfeito
O mundo é perfeito... ♫

SONHO DE FLAUTA- O TEATRO MÁGICO

Sou inquieta, áspera e desesperançada
Embora amor dentro de mim eu tenha.
Só que eu não sei usar amor.
Às vezes, arranha feito farpa.
Se tanto amor dentro de mim eu tenho,
mas no entanto, continuo inquieta.
É que eu preciso que o Deus venha Antes
que seja tarde demais.
Corro perigo como toda pessoa que vive,
e a única coisa que me espera é exatamente o inesperado.
Mas eu sei que vou ter paz antes da morte.
Que eu vou experimentar um dia O delicado da vida.
Vou aprender como se come e vive,
O gosto da comida

Cássia Eller*

25 outubro, 2010


“Eu estava só começando a entrar
num estado de amor por você.
Mas não me permiti,
não te permiti,
não nos permiti.”



Caio Fernando Abreu.

24 outubro, 2010


"Crescer não é evoluir, crescer é ficar maior.


Evoluir é ficar melhor."


"Para mim, Deus é isto:

a beleza que se ouve no silêncio.

Daí a importância de saber ouvir os outros:

a beleza mora lá também."


Rubem Alves

23 outubro, 2010


"Tem palavra louca pra ser dita...
Feia Bonita tem palavra pra quem não diz
Pra quem não cala
Pra quem tem palavra
Tem palavra
que a gente teme
na hora HFalta."

Alice Ruiz e Marcelo Calderazzo

. Criancices.




"Só comprava picolé de limão. Mesmo preferindo o de uva. Achava que era muito muito esperta por conseguir ver no branco-transparente-fosco, se o palito era premiado, antes de terminar de comer. Vantagem nenhuma. Porque já tinha comprado e aberto a embalagem de qualquer jeito. Mas, me sentia sabida, mesmo trocando o doce da uva pelo azedo do limão."


Briza Mulatinho

"Por ser exato,

o amor não cabe em si...

Por ser encantado,

o amor revela-se...

Por ser amor,

invade e fim."







Djavan


Tô aí pra alguns, pros meus. Tô aí e estou aqui. Estou atenta. Estou dentro. Estou me vendo. Estou tentando. Estou querendo. Estou a postos só para o mínimo, o máximo. Para o que importa mesmo. Para o mistério. A verdade. O caos. O céu. O inferno. Essas coisas. No mais, tô nem aí. Refrão e desabafo.

Martha Medeiros


. Para os meus amigos .




Tem gente que entra na nossa vida de forma providencial e se encaixa naquela história que gosto de imaginar: surpresas que Deus embrulha pra presente e nos envia no anonimato. Surpresas que só sabemos de onde vêm porque chegam com o cheiro dEle no papel. Acho maravilhoso perceber o quanto algumas vidas interagem com a nossa de um jeito tão mágico e bonito. Os milagres existem para quem tem olhos que sabem ver a sabedoria e a ludicidade amorosa próprias do que é divino. Do que transcende. Do que escapole da nossa lógica tantas vezes sem coração. Todo encontro que verdadeiramente nos toca é uma espécie de milagre num mundo de bilhões de seres humanos. Algumas pessoas a gente nem imaginava que existiam, mas, meu Deus, que agrado bom é para a alma descobrir que vivem. Que estão por aqui conosco. Pessoas que fazem muita diferença na nossa jornada, com as quais trocamos figurinhas raras para o nosso álbum. 


Ana Jácomo.



"Sentir não é brega. Ao contrário:

não existe nada mais chique"

Caio F.

21 outubro, 2010

"Quando já estava cansada vendo o mofo se acumular no peito,

você apareceu."


Clarissa M. Lamega




Muitas vezes me despedi;




conheço as últimas horas que desgarram o coração.





Nietzsche











Sabia, gosto de você chegar assim,




arrancando páginas dentro de mim desde o primeiro dia.





Chico Buarque


"... Porque se você não vem é como se o tempo fosse passado em branco,

como se as coisas não chegassem a se cumprir porque você não soube delas."


Caio F.

20 outubro, 2010

. Enviado por email pela Patty .




Há pouco tempo fui obrigada a lavar meus cabelos com o xampu “errado”. Foi num hotel, onde cheguei pouco antes de fazer uma palestra e, depois de ver que tinha deixado meu xampu em casa, descobri que não havia farmácia nem shopping num raio de 10 quilômetros. A única opção era usar o dois-em-um (xampu com efeito condicionador) do kit do hotel. Opção? Maneira de dizer. Meus cabelos, superoleosos, grudam só de ouvir a palavra “condicionador”. Mas fui em frente. Apliquei o produto cautelosamente, enxaguei, fiz a escova de praxe e... surpresa! Os cabelos ficaram soltos e brilhantes — tudo aquilo que meus nove vidros de xampu “certo” que deixei em casa costumam prometer para nem sempre cumprir. Foi aí que me dei conta do quanto a gente se esforça para fazer a coisa certa, comprar o produto certo, usar a roupa certa, dizer a coisa certa — e a pergunta que não quer calar é: certa pra quem? Ou: certa por quê?
O homem certo, por exemplo: existe ficção maior do que essa? Minha amiga se casou com um exemplar da espécie depois de namorá-lo sete anos. Levou um mês para descobrir que estava com o marido errado. Ele foi “certo” até colocar a aliança. O que faz surgir outra pergunta: certo até quando? Porque o certo de hoje pode se transformar no equívoco monumental de amanhã. Ou o contrário: existem homens que chegam com aquele jeito de “nada a ver”, vão ficando e, quando você se assusta, está casada — e feliz — com um deles.
E as roupas? Quantos sábados você já passou num shopping procurando o vestido certo e os sapatos certos para aquele casamento chiquérrimo e, na hora de sair para a festa, você se olha no espelho e tem a sensação de que está tudo errado? As vendedoras juraram que era a escolha perfeita, mas talvez você se sentisse melhor com uma dose menor de perfeição. Eu mesma já fui para várias festas me sentindo fantasiada. Estava com a roupa “certa”, mas o que eu queria mesmo era ter ficado mais parecida comigo mesma, nem que fosse para “errar”.Outro dia fui dar uma bronca numa amiga que insiste em fumar, apesar dos problemas de saúde, e ela me respondeu: “Eu sei que está errado, mas a gente tem que fazer alguma coisa errada na vida, senão fica tudo muito sem graça. O que eu queria mesmo era trair meu marido, mas isso eu não tenho coragem. Então eu fumo”. Sem entrar no mérito da questão — da traição ou do cigarro — concordo que viver é, eventualmente, poder escorregar ou sair do tom. O mundo está cheio de regras, que vão desde nosso guarda-roupa, passando por cosméticos e dietas, até o que vamos dizer na entrevista de emprego, o vinho que devemos pedir no restaurante, o desempenho sexual que nos torna parceiros interessantes, o restaurante que está na moda, o celular que dá status, a idade que devemos aparentar. Obedecer, ou acertar, sempre é fazer um pacto com o óbvio, renunciar ao inesperado. O filósofo Mario Sergio Cortella conta que muitas pessoas se surpreendem quando constatam que ele não sabe dirigir e tem sempre alguém que pergunta: “Como assim?! Você não dirige?!”. Com toda a calma, ele responde: “Não, eu não dirijo. Também não boto ovo, não fabrico rádios — tem um punhado de coisas que eu não faço”. Não temos que fazer tudo que esperam que a gente faça nem acertar sempre no que fazemos. Como diz Sofia, agente de viagens que adora questionar regras: “Não sou obrigada a gostar de comida japonesa, nem a ter manequim 38 e, muito menos, a achar normal uma vida sem carboidratos”. O certo ou o “certo” pode até ser bom. Mas às vezes merecemos aposentar régua e compasso.

(Leila Ferreira é jornalista, apresentadora de TV e autora do livro Mulheres – Por que será que elas..., da Editora Globo)



... Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por NÓS vale a pena.
Remar.
RE-AMAR.
Amar.


Caio F. Abreu


Na vocação para a vida está incluído o amor, inútil disfarçar, amamos a vida. E lutamos por ela dentro e fora de nós mesmos. Principalmente fora, que é preciso um peito de ferro para enfrentar essa luta na qual entra não só fervor mas uma certa dose de cólera, fervor e cólera. Não cortaremos os pulsos, ao contrário, costuraremos com linha dupla todas as feridas abertas.


Lygia Fagundes Telles

. Eu te escolhi .


'Outros me olhavam,
outros pareciam talvez até um pouco mais interessantes,
mas eu escolhi você.
Que esquisito, eu já havia escolhido outros outras vezes.
Dessa vez tudo foi diferente, dessa vez não era tão simples assim,
dessa vez havia um diferencial tão complexo:

você me escolheu também.'

Maria Clara Machado


Ainda bem que sempre existe outro dia.

E outros sonhos.

E outros risos.

E outras coisas.




Clarissa Corrêa.

19 outubro, 2010



Aprendi da importância de não dar muita importância
Ficar com os meus pés no chão
Aprendi que viver cansa, mesmo vivendo na França
Mesmo indo de avião
Aprendi que a desavença, é por que sempre alguém pensa
Que ninguém tem mais razão

Aprendi que tudo passa, tomando chá ou cachaça
Tomando champanhe ou não
Aprendi que a descrença, a desconfiança e a doença
São partes da maldição
Aprendi que essa fumaça a minha janela embaça
Por fora, por dentro, não!

Itamar Assumpção

“O amor não se tem na hora que se quer, ele vem no olhar

Sabe ser o melhor na vida e pede bis quando faz alguém feliz…”



- Marcelo Camelo - Romeu e Julieta.


"(...) você não me esperava, da mesma forma como eu esperava você..."



Caio Fernando Abreu


“E tem sido você,


e vai continuar sendo você.”




;-))

"E eu não sei explicar.







Acho que é uma questão de amor."









Caio F. Abreu

Você pode ir embora e nunca mais ser a mesma.
Você pode voltar e nada ser como antes.
Você pode até ficar, pra que nada mude,
mas aí é você que não vai se conformar com isso.
Você pode sofrer por perder alguém.
Você pode até lembrar com carinho ou orgulho
de algum momento importante na sua vida: formatura,
casamento, aprovação no vestibular ou
a festa mais linda que já tenha ido,
mas o que vai te fazer falta mesmo,
o que vai doer bem fundo, é a saudade dos momentos simples:
Da sua mãe te chamando pra acordar,
Do seu pai te levando pela mão,
Dos desenhos animados com seu irmão,
Do caminho pra casa com os amigos e a diversão natural
Do cheiro que você sentia naquele abraço,
Da hora certinha em que ele sempre aparecia pra te ver,
E como ele te olhava com aquela cara de coitado pra te derreter.
De qualquer forma, não esqueça das seguintes verdades:
Não faça nada que não te deixe em paz consigo mesma;
Cuidado com quem anda desabafando;
Conte até três (tá certo, se precisar, conte mais);
Antes só do que muito acompanhado;
Esperar não significa inércia,
muito menos desinteresse;
Renunciar não quer dizer que não ame;
Abrir mão não quer dizer que não queira;
O tempo ensina, mas não cura.

* Martha Medeiros *

Quem gostou da Ideia